terça-feira, 22 de novembro de 2011

quase sem vento

Não sinto vontade de dormir nas noites de verão. Uso pouca roupa e deixo a janela aberta.

Você poderia reduzir esse pouco ao nada. Penso.

Então abandono meu livro, lavo o rosto e tomo uma taça de vinho branco gelado. E tento sonhar com algo enquanto meus olhos abertos observam o céu estrelado.

2 comentários: