domingo, 14 de julho de 2013

suas botas

Aquele par de botas que você usava. Que você estava usando naquele dia em que te conheci. Um par de botas velhas. Botas marrons. E tão elegantes.
Você descia a rua com suas botas e eu achei que vocês realmente combinavam.
Eu te esperava numa mesa dum café de esquina. No café que passamos aquela tarde. No café em que.
Você chegou. Deu um sorriso tímido com o canto da boca e apagou seu cigarro na sola, da bota.
E finalmente sentou-se a minha frente.
Quer dizer. Antes eu me levantei e nos cumprimentamos com um beijo. No rosto quase que no ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário