segunda-feira, 3 de novembro de 2014

cinema, insônia e solidão

Preferiu andar pela rua paralela à avenida principal. Assim podia fumar o seu cigarro em paz e pensar sobre o filme que tinha acabado de assistir. Cinema às segundas-feiras... Foi sozinho. Assim podia escolher o cinema, o filme, o lugar. Caminhou e pensou naqueles olhos insoniosos do ator. Os meus também são assim. Pensou. E pensou em tanta coisa. Concluiu então que era por isso que não dormia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário