quarta-feira, 12 de novembro de 2014

pedaços

O corpo em pedaços,
falta de sincronia.
Uma perna ali atrás, outra lá na frente que é o futuro;
futuro que minha mente não prevê, então não pode alcançar.
Qual é a cola que gruda tudo isso e faz de mim um só?

Nenhum comentário:

Postar um comentário